Como deve ser realizada a implementação do outsourcing impressão térmica a fim de minimizar riscos?

Como deve ser realizada a implementação do outsourcing impressão térmica a fim de minimizar riscos?

Além dos custos altos e desperdícios de insumos, o parque de impressões é um aspecto que ainda prejudica a produtividade da equipe, visto que as manutenções e reparos são constantes.

Com o outsourcing de impressão, por outro lado, as empresas conseguem otimizar tempo, recursos financeiros e, ainda, minimizar riscos envolvendo falhas em equipamentos e manutenção corretiva.

Ao longo deste conteúdo, vamos explicar como é feito a implementação do outsourcing de impressão térmica e como é possível manter a qualidade dos processos.

Continue a leitura do post!

Como funciona um projeto de Outsourcing de impressão térmica?

Implementar um projeto de outsourcing de impressão térmica requer conhecimento técnico sobre as particularidades de cada empresa.

Nesse sentido, é necessário seguir alguns passos que ajudam a identificar aspectos que precisam ser melhorados e que funcionalidades serão úteis.

Separamos algumas informações a respeito de cada etapa do processo de outsourcing de impressão.

Conheça!

Levantamento

Na fase inicial, a prestadora do serviço realiza um levantamento para entender o volume de impressões da empresa.

Outros dados também são coletados, como número de funcionários que irão operar e custos que são direcionados para manter equipamentos e insumos usados no dia a dia.

Nessa etapa, é possível conhecer o funcionamento da empresa e a sua infraestrutura no parque de impressões.

Com isso, é mais fácil compreender que tipo de solução será implementada, levando em conta os insumos, equipamentos e técnicas que mais se adaptam às necessidades do cliente.

Esse levantamento também é essencial para promover ações que contribuem para a economia de impressões, uma vez que, o principal objetivo do outsourcing é fornecer recursos que ajudam a otimizar o serviço sem perder a qualidade.

Implantação

Após reunir informações sobre o local, será implementado as ferramentas e as práticas que foram acordadas.

Os equipamentos são instalados para que os funcionários conheçam e utilizem a solução.

É importante que todos tenham acesso às orientações necessárias sobre o funcionamento do parque de impressões e conheçam quais são as funcionalidades disponíveis.

O treinamento para a equipe faz toda diferença para esclarecer dúvidas e explicar a importância do outsourcing de impressão.

Fazendo isso, fica mais claro o objetivo da implementação e as práticas mais importantes para reduzir os custos relacionados às impressões e evitar desperdícios de insumos.

Acompanhamento

Por fim, é fundamental que seja feito um acompanhamento e controle de todas as ferramentas que foram instaladas. Para que isso aconteça, o software de bilhetagem pode ser colocado em prática.

Esse acompanhamento visa controlar os insumos e usar os equipamentos da melhor maneira possível, se preocupando com a redução de custos na empresa.

Nesse momento, os testes são de grande importância, já que ocorre um controle das estratégias.

Assim, é gerada uma economia maior além da conscientização dos colaboradores que usam os serviços.

Outro ponto é a manutenção dos equipamentos e demais ferramentas instaladas no parque de impressões. Então, cabe à empresa contratada realizar reparos e certificar-se de que todos os insumos estão sendo fornecidos.

Como o MPS.BR contribui para a implantação do Outsourcing de impressão térmica?

MPS. BR, ou Melhoria de Processos do Software Brasileiro, tem o objetivo de desenvolver e melhorar modelos de prestação de serviços.

Isso é feito com base em normas e regulamentações aplicadas no mundo inteiro. Entre elas, podemos citar a ISO/IEC 12207 e ISO/IEC 15504, que garantem a qualidade do serviço.

Um padrão estabelecido para avaliar resultados em prazos menores é o uso de níveis de maturidade do MPS para serviços.

Eles fixam aspectos evolução para que as empresas visualizem quais são os pontos de melhoria e, assim, consigam atingir os objetivos determinados.

Logo, há sete níveis de maturidade, que são:

  • Nível G (parcialmente gerenciado);
  • Nível F (gerenciado);
  • Nível E (parcialmente definido);
  • Nível D (largamente definido);
  • Nível C (definido);
  • Nível B (gerenciado quantitativamente);
  • Nível A (otimização).

Em cada um deles é definido pontos de melhoria, isto é, qual campo a empresa direciona seus esforços.

Sendo assim, o progresso é realizado de acordo com os níveis e de forma gradual, partindo do G até o A. Isso permite que a implementação seja mais eficiente, com a possibilidade de testes e avaliações constantemente, o que contribui para um excelente resultado final.

A implementação do outsourcing de impressão visa diminuir os custos da empresa, além de criar processos mais seguros e eficientes que minimizem os riscos de falhas e manutenções corretivas.

Além disso, a terceirização deste serviço permite obter uma equipe totalmente especializada e disponível para solucionar cada necessidade apresentada pelo cliente, não sendo necessária a contratação de time de suporte para esta operação. E ainda, em diversos momentos, a manutenção pode ser realizada de forma on-line, facilitando o serviço de suporte e otimizando os processos industriais

Portanto, para ter mais eficiência, é importante que cada parte dos serviços implementados seja testada sem estar em operação, o que garante um funcionamento adequado.

A TR Service oferece serviços de outsourcing de impressão térmica, rotulagem industrial, outsourcing de coletores de dados, auxiliando empresas a aumentar a produtividade e garantir a qualidade da identificação dos produtos.

O que achou do texto? Agende uma reunião conosco e saiba mais sobre as soluções que oferecemos para potencializar os resultados de seu negócio!

Compartilhe esse post!