RFID na saúde: A importância dessa tecnologia nos hospitais

rfid na saude

RFID na saúde: A importância dessa tecnologia nos hospitais

Algumas pessoas podem ainda se confundir ao ouvir sobre a utilização de RFID na saúde. Afinal, a que se refere esse termo, e por que ele deveria ser utilizado dentro do ambiente hospitalar?

Basicamente, essa é uma tecnologia que tem sido cada vez mais utilizada na área médica. Diversas são suas vantagens, sendo esse o motivo de já estar sendo empregada no Brasil e no mundo. Artigos e dissertações a respeito do assunto não faltam para garantir sua eficácia.

Dentro desse setor, elas são bastante úteis para a identificação e localização dos mais variados itens. De bolsas de sangue a materiais alugados, passando inclusive pelos próprios pacientes.

Assim, confira abaixo mais informações sobre como e porque a utilização de RFID na saúde é tão importante.

Entenda a tecnologia RFID

A tecnologia que permite aplicar o RFID na saúde é muito mais antiga do que se imagina. Sua origem, na verdade, data da Segunda Guerra Mundial, quando era utilizada na identificação de aeronaves adversárias. Obviamente, o sistema sofreu grande evolução tecnológica ao longo dos anos, até chegar ao que se vê hoje.

Para entender melhor esse conceito, é preciso primeiro explicar a que se refere o termo. RFID, no inglês, é uma sigla para Identificação por Radiofrequência, o que já explica sua utilidade.

O sistema é, basicamente, composto por uma antena, um transceptor e uma etiqueta de radiofrequência. Nesse último estará a informação a ser transmitida. Nesse contexto, a variedade de dados que podem ser incluídos na tecnologia, justamente, que a possibilitam ser empregada em tantos lugares.

Engana-se, entretanto, quem imagina que esse é um sistema caro ou difícil de se lidar. Na realidade, tudo isso pode estar inserido em uma pequena etiqueta com um chip. Assim, torna-se possível colocá-lo em praticamente qualquer superfície, objeto ou indivíduo.

A importância do RFID na saúde e na indústria 4.0

Não é novidade nenhuma que todos os produtos disponíveis no mercado ficarão cada vez mais inteligentes. Uma prova disso é o conceito de IoT — Internet of Things ou Internet das Coisas em português.

Segundo essa linha de pensamento, os objetos poderão se conectar entre si, não sendo necessária a interferência humana. Esse é um dos pilares da Indústria 4.0, ou a Quarta Revolução Industrial.

Ainda que possa parecer um cenário futurístico, ou ainda apocalíptico, não há com o que se preocupar. A lógica aqui é que toda essa evolução venha para auxiliar na vida cotidiana do cidadão comum.

Um exemplo disso seria uma geladeira que, por meio de um leitor de RFID, conseguisse determinar a validade dos alimentos. Com isso, ela poderia, automaticamente, fazer um pedido no supermercado mais próximo, impedindo que você fique sem o item.

O mesmo cabe no ambiente hospitalar, a fim de trazer praticidade e segurança a um setor tão importante. A utilização do RFID na saúde aparece, portanto, como uma ótima maneira de melhorar ainda mais o bem-estar da população.

4 aplicações do RFID na saúde

Existem diversos pontos em que essa tecnologia pode ser aplicada. De grandes fazendas a pequenos mercados, de indústrias a hospitais. Sim, o RFID na saúde já é uma realidade, tendo inúmeras aplicações dentro desse ambiente.

Abaixo você encontrará as quatro principais e mais utilizadas atualmente.

1 – Bolsas de Sangue

O primeiro ponto em que você pode encontrar o RFID na saúde é no controle e transporte de bolsas de sangue. Ainda que possa parecer algo simples, essa tecnologia está auxiliando muito no processo.

É ela que possibilita, por exemplo, que seja rastreado todo o ciclo do sangue, da coleta à transfusão. Essa é uma garantia de maior segurança não somente para o hospital, mas todos os pacientes ali presentes.

O uso da etiqueta também é de extrema importância para os hemocentros. Por meio dela, se torna possível controlar todo o estoque da unidade, bem como determinar qual utilizar em caso de emergência.

2 – Insumos Hospitalares

Para quem não é do ramo, é difícil entender essa dificuldade, mas o RFID na saúde é extremamente útil no manejo de itens hospitalares. De fato, são diversos os materiais que precisam ser controlados dentro desse ambiente.

Um bom exemplo disso são os itens cirúrgicos, que devem ser estocados e manuseados cuidadosamente, assim como descartados. A situação também ocorre com medicamentos, prontuários médicos e demais objetos presentes em um hospital.

Para isso, a utilização de etiquetas de RFID torna o trabalho muito mais simples, eficaz e seguro. Com ela, é possível diminuir índices de perda de equipamentos e erros causados pelo mal armazenamento.

3 – Materiais Terceirizados

Ainda que muitos não saibam, diversos dos materiais utilizados dentro do ambiente hospitalar são terceirizados. Isso significa que os itens não pertencem ao centro médico, mas sim a outras empresas.

Alguns dos produtos que fazem parte desta lista são os enxovais, materiais de consumo e instrumental cirúrgico. Como você pode imaginar, esses são itens utilizados em grande volume neste espaço, o que pode causar confusão.

Com isso, é possível prever uma economia de até 25% referente ao correto manuseio dos mesmos. Tudo isso se deve a uma melhor forma de controle e localização de cada um dos materiais e sua utilização.

4 – Pacientes e Visitantes

Pode parecer que a utilização do RFID na saúde já se esgotou nos tópicos acima, mas não é bem assim. Os principais envolvidos de um ambiente hospitalar, os pacientes, também são beneficiados pela tecnologia.

Isso se dá em diversos casos, mas principalmente na correta identificação e localização de cada um dos enfermos. Assim, é possível haver um controle muito mais eficiente dentro do hospital, não somente dos materiais, mas das pessoas ali presentes.

Na prática, é possível utilizar do RFID para controlar a entrada e o deslocamento dos visitantes. Com tantas pessoas percorrendo o mesmo ambiente, investir na segurança e no atendimento dos pacientes nunca é demais.

Conheça as soluções da TR Service para o RFID na saúde

Ainda que seja uma tecnologia relativamente nova nesse ambiente, o RFID na saúde pode auxiliar muito. Dessa forma, é preciso investir na ferramenta para melhorar a rotina e a segurança de qualquer ambiente hospitalar.

Para isso, a TR Service se apresenta como um excelente parceiro para hospitais de todos os tamanhos. A empresa oferece diversas soluções para esse nicho, todas visando facilitar a rotina e diminuir os custos da instituição.

Se você se interessou entre em contato conosco e conheça nossas soluções inteligentes para a área da saúde!

Compartilhe esse post!