Sustentabilidade no e-commerce: conheça a solução que permite reduzir o uso de papéis e plásticos na sua loja virtual

sustentabilidade no ecommerce

Sustentabilidade no e-commerce: conheça a solução que permite reduzir o uso de papéis e plásticos na sua loja virtual

A responsabilidade ambiental é um tema cada vez mais importante para as empresas. Além de beneficiar uma causa global, ela gera oportunidades, já que os consumidores, e até mesmo outras organizações, valorizam essa qualidade. Mas você sabe como promover a sustentabilidade no e-commerce?

Essa estratégia é mais acessível do que parece — e a tecnologia está à disposição para ajudar você nesse processo. Para facilitar sua vida, criamos este post com a finalidade de esclarecer definitivamente o assunto, dando dicas para que sua loja virtual seja mais sustentável. Confira!

Como um e-commerce pode ser mais sustentável?

Existem diversas formas de promover a sustentabilidade em um e-commerce — algumas mais simples, outras mais complexas. Mas de toda forma, o ponto de partida deve ser a identificação do perfil da empresa e das suas atividades, para que as mudanças possam ser planejadas e executadas com sucesso.

O uso de embalagens, por exemplo, deve ser levado em consideração. Algumas lojas virtuais focam exclusivamente nas caixas de papelão, enquanto existem alternativas mais interessantes — a depender do tipo de produto.

Fora isso, itens sustentáveis, como um todo, devem ser analisados individualmente. Já parou para pensar no tipo de lâmpada que sua empresa usa? Os modelos LED se tornaram uma tendência muito forte, principalmente por terem vida útil mais longa e serem mais econômicos.

O lixo, por sua vez, também merece atenção. Bem como a divisão dos materiais, é importante analisar como ele está sendo descartado ou reaproveitado.

Observe com cuidado o uso de plástico e papel

Dois pontos que costumam passar despercebidos, mas tem grande impacto ambiental, correspondem ao uso de papel e plástico.

Essa é uma forma simples de tornar o e-commerce mais sustentável e ainda traz consigo uma valiosa redução de custos. Se quer um bom exemplo de atividade que pode ser modificada, basta observar a emissão do DANFE.

O documento é obrigatório, assim o operador precisa preencher e emitir um para cada item a ser enviado. Isso depois de dobrá-los e inseri-los nas chamadas bolsas canguru – envelopes de plástico fixados na embalagem.

Estamos falando de um trabalho simples, mas que se repete e consome mais insumos para impressão e armazenamento conforme cresce o volume de vendas.

Ou seja, principalmente pelo aumento de pedidos online, o impacto ambiental provocado pelo DANFE é cada vez maior. Afinal, tanto o papel, quanto o saco plástico (envelope canguru) são materiais que certamente serão descartados incorretamente pelo comprador.

A boa notícia é que já existem formas de otimizar a emissão do DANFE — e conquistar benefícios valiosos com isso.

Como o DANFE Simplificado contribui com a sustentabilidade?

O DANFE Simplificado é uma variação do sistema tradicional. Criado em agosto de 2020 — conforme consta na Nota Técnica 2020.004 —, sua função é justamente solucionar os problemas operacionais e ambientais causados pela emissão do documento.

Nessa nova versão, os dados são compactados em um código de barras e, no seu canto superior, há uma chave de acesso para a nota fiscal eletrônica (NF-e), que traz as informações detalhadas do produto vendido.

Mas além do tamanho reduzido, o grande diferencial é que o DANFE Simplificado pode ser impresso em qualquer formato. Dessa forma, grandes volumes de papel são substituídos por etiquetas simples e fáceis de usar. Somado a isso, a necessidade do plástico é eliminada.

Mais benefícios do DANFE Simplificado

Além de tornar a empresa mais sustentável, o DANFE Simplificado ajuda a aumentar a produtividade do e-commerce. Isso porque, os profissionais que atuam nessas atividades deixam de lado os processos demorados de preencher o documento, dobrá-lo e colocá-lo no envelope canguru.

Na prática, basta imprimir a etiqueta e colar na caixa. Com isso, o próprio cliente final pode sentir a mudança positiva, já que a agilidade no despacho ajuda a reduzir o tempo de entrega.

Em outras palavras, a empresa se torna mais verde, o custo é reduzido e a experiência do cliente se torna ainda melhor.

Como adotar o DANFE Simplificado no seu e-commerce?

O primeiro passo é renovar a infraestrutura tecnológica de impressão. Afinal, é preciso contar com impressoras térmicas para preparar as etiquetas. Somado a isso, é importante treinar as equipes para o novo processo.

Essas etapas são relativamente simples, já que basta adotar novas soluções e aprender a usar a nova impressora para abandonar uma série de atividades obsoletas (dobrar papel, inserir no saco plástico etc.). Contudo, isso exige um investimento de capital.

Um serviço de outsourcing de impressão térmica, nesse sentido, pode otimizar os gastos. Por meio dele, você terceiriza toda a etapa de implementação da tecnologia, manutenção, operação e eventuais atualizações dos equipamentos.

Delegando responsabilidades relacionadas ao parque de impressão, você deixa de lado a necessidade de ter uma equipe maior e ganha tempo para focar nas atividades essenciais do e-commerce. Vale a pena fomentar essa inovação para conquistar tantos benefícios.

Como você pôde ver, é possível promover a sustentabilidade na empresa de uma forma financeiramente saudável e ainda conquistar vantagens competitivas com isso. Então, coloque a tecnologia para trabalhar a seu favor agora mesmo. Comece pelo DANFE Simplificado e acelere a transformação digital do seu negócio!

Se quer entender melhor como o outsourcing de impressão térmica pode funcionar no contexto específico do seu e-commerce, entre em contato com a TR Service e tire suas dúvidas!

Compartilhe esse post!