Entenda melhor o comportamento de consumo da geração Z

Entenda melhor o comportamento de consumo da geração Z

Muito se tem falado a respeito da geração Y. Agora, no entanto, chegou a hora de olharmos com mais atenção para o comportamento de consumo da geração Z. Composta por adolescentes e crianças (futuros clientes), esse grupo já apresenta tendências que despertarão a atenção dos mais distintos segmentos do mercado.

Além de manter alguns elementos comuns à geração precedente, essa nova geração tem se mostrado cada vez mais preocupada com as questões sustentáveis e disposta a não aceitar serviços e produtos que podem ser gratuitamente encontrados na internet.

É preciso considerar, também, que muitos dos integrantes da geração Z estão atingindo a maioridade. Afinal, todas as pessoas que nasceram após 1995 começam a elevar seu poder de consumo ao entrar na vida profissional. Trata-se, em suma, de indivíduos completamente imersos na tecnologia, encontrando na internet as soluções para os mais distintos problemas.

Pensando nisso, apresentamos, ao longo deste artigo algumas de suas principais características relacionadas ao consumo, a fim de ajudar você a atrair esse público para o seu negócio. Boa leitura!

Sustentabilidade e conscientização

O apelo por serviços e produtos sustentáveis é uma forte tendência que já está bem consolidada entre os integrantes da geração Y e deverá ser ainda mais importante na geração Z.

Os jovens, de modo geral, estão mais preocupados com as causas sociais e o tema ambiental, em um nível superior ao da geração anterior, que, comparativamente, pode ser descrita como bem mais consumista. Eles querem fazer melhores escolhas e um consumo consciente, além de saber que suas marcas preferidas contribuem para a sustentabilidade.

A transparência da marca é, também, um atributo intensamente valorizado por esses jovens. Sendo assim, as marcas que forem capazes de entregar conteúdos para esse novo consumidor se darão muito bem. Qualquer empresa que queira se comunicar com eles devem realizar algo que apreciam, sendo verdadeiras e conhecendo de perto a sua base de clientes.

Conectividade

A conectividade é um dos fatores mais vinculados à geração Z. Lembre-se de que seus integrantes são comumente chamados, também, de nativos digitais, uma vez que nasceram em meio à grande explosão dos aparelhos e dispositivos tecnológicos e após a popularização da internet.

Esses novos consumidores, extremamente antenados com as mais recentes tendências digitais, permanecem todo o tempo conectados, seja por smartphones, seja por outros tipos de dispositivos móveis, à internet.

Como veremos adiante, a maioria de suas aquisições e compras ocorre por meios on-line, isto é, são ótimos targets para os e-commerces. Por não conhecerem a noção de mundo sem computadores, internet, celulares e chats, os nativos digitais são instantâneos e ansiosos, desconectando-se apenas em raras ocasiões de seus aparelhos eletrônicos.

Isso permite, entre outras coisas, que eles tenham alta capacidade de realizar múltiplas tarefas concomitantemente, assimilando rapidamente as novas tecnologias e constantemente promovendo a interatividade.

Interação

Os adolescentes e as crianças têm, como sabemos, uma comunicação própria, presencial ou virtual. Por exemplo, os nativos digitais criaram, na internet, uma forma particular de interação por meio de mensagens bem-humoradas e linguagem em códigos.

O uso reiterado de emojis e memes reforça a transmissão despreocupada de conceitos e ideias na rede. As pessoas da geração Z têm uma identidade própria, expondo na internet o que fazem, pensam e sentem.

Para tanto, utilizam vídeos e selfies, bem como posts que comunicam suas preocupações e exigências com o futuro. Logo, a maneira mais efetiva de estabelecer um bom diálogo com esse público consiste na participação de ações nos mais diferentes canais on-line.

Preferência pelo mobile

A preferência pelo mobile é outro elemento de grande destaque entre os comportamentos de consumo da geração Z. Com efeito, os seus membros dedicam mais tempo à navegação via dispositivos móveis do que todas as outras gerações, somando várias horas de acesso semanal, sem mencionar o tempo gasto para ler mensagens por e-mail e as atividades de trabalho.

Relativização dos gêneros

Os indivíduos dessa geração são mais inclusivos, sem preconceitos e sexualmente liberais. Para eles, os gêneros são relativizados, à medida que não se preocupam com rótulos ou com a orientação sexual das pessoas ao seu redor.

Assim, tendem a combater todos os tipos de estereótipos, exaltando a individualidade e a liberdade de cada um e usando serviços e/ou produtos que tradicionalmente eram endereçados a ambos os sexos. Eles acreditam, além disso, que a igualdade não é um valor negociável e valorizam as marcas que demonstram essas mesmas ideias.

Compras pela internet

Se, nos dias atuais, pessoas de todas as idades têm aderido cada vez mais às compras pela internet, é possível dizer que, entre os integrantes da geração Z, essa é uma tendência ainda mais forte.

Dessa forma, os sites desenvolvidos para esse segmento devem conter menos textos e seguir esquemas padronizados de design. Os meios de comunicação devem ser plenamente integrados com links que direcionem o público às mídias sociais, além de games interativos, jogos, músicas e vídeos.

As marcas, por sua vez, devem se mostrar cada vez mais humanizadas, com significativo apelo sustentável e de promoção à igualdade. Os serviços e produtos devem ser customizáveis, a fim de transmitir a ideia de exclusividade, acrescentando uma identidade própria a cada consumidor.

Todo esse contexto requer que os serviços de atendimento aos clientes sejam disponibilizados por meio das redes sociais, chats e mensagens de texto. Não esqueça que o chamado “marketing de influência” é uma excelente solução, acessível mediante propagandas e parcerias com influencers digitais (youtubers, em sua grande maioria).

Para que o relacionamento inaugurado pela internet entre o cliente e a marca se consolide e gere bons frutos, é necessário garantir que os produtos adquiridos pelos jovens clientes atendam às suas expectativas de preço, qualidade e, sobretudo, entrega.

É justamente nesse ponto que contar com uma boa logística de e-commerce pode fazer toda a diferença, garantindo que todas as etapas do atendimento, incluindo a pós-venda, sejam realizadas adequadamente.

Para tanto, contar com uma solução de rastreabilidade, mais do que um diferencial competitivo, é uma necessidade absoluta para quem deseja captar, atrair e fidelizar esse público.

Cumpre ressaltar, por fim, que, para se comunicar corretamente e estabelecer um vínculo com esses consumidores, é imprescindível se adaptar às especificidades do comportamento de consumo da geração Z, por exemplo, adaptando as ações de marketing a cada plataforma, ou seja, adequando a estrutura de comunicação, mantendo o mesmo tom e a mesma voz da marca.

Gostou do artigo? Então, não perca a oportunidade de alavancar ainda mais os resultados do seu negócio: entenda qual a importância da experiência do consumidor para as suas vendas!

Compartilhe esse post!