Entenda o que é core business e como defini-lo para se diferenciar no mercado

Entenda o que é core business e como defini-lo para se diferenciar no mercado

Hoje, muitos negócios têm dificuldades de definir o escopo de suas operações. Nesse cenário, saber o core business é um importante ponto de partida para a empresa ser mais competitiva. Entendê-lo permite que a empresa mantenha o foco nas suas rotinas mais críticas e consiga atingir um grande sucesso a médio e longo prazo.

Os times poderão planejar as operações com qualidade e sem perder tempo em pontos que são desnecessários. Ou seja, haverá um escopo de operação mais preciso e direcionado para as demandas do público-alvo da companhia.

Quer saber mais sobre o core business e como a sua definição pode tornar o negócio mais competitivo? Então, veja o nosso post a seguir!

O que é o core business?

O termo pode ser definido como o centro das operações de uma empresa, ou seja, tudo aquilo que está relacionado às principais operações e aos produtos da companhia. Por isso, a definição dessa característica não deve considerar atividades-meio, como a gestão de facilities e a definição de políticas de segurança de dados.

Qual a diferença entre o core business, a missão, a visão e os valores da empresa?

O core business não deve ser confundido com outras características da empresa. Ele não é, por exemplo, sinônimo de “modelo de negócios”. Esse termo é mais amplo, relacionado ao que a empresa faz no seu dia a dia.

A ideia também não pode ser definida como a missão da companhia. Esse termo está direcionado àquilo que a empresa pretende fazer no seu dia a dia com relação a valores gerais como “se destacar frente à concorrência” ou “criar um produto de alto valor agregado”.

O mesmo vale para o conjunto de valores da empresa. Eles são posturas que guiam a companhia no seu dia a dia e não necessariamente mudam com o core business. Incluem características como uma postura sustentável e focada na personalização dos serviços.

O core business também não pode ser definido como a visão do negócio. Essa característica está direcionada com a maneira como a empresa se articula para tomar decisões. Ou seja, aquilo que orienta os profissionais nas suas escolhas, especialmente as que influenciam no futuro do negócio.

Vamos tomar como exemplo a Apple:

  • o core business é a produção de soluções tecnológicas;
  • a sua visão é entregar ao cliente ferramentas inovadoras, com boa usabilidade e alta privacidade;
  • a sua missão é ser uma líder em inovação e desenvolvimento de soluções profissionais e domésticas robustas, sempre utilizando os melhores recursos possíveis;
  • os seus valores são a relevância da privacidade, da segurança digital e da criação de experiências de uso alinhadas com as demandas de um público-alvo exigente.

Como definir o core business?

Para definir o core business do negócio uma série de passos podem ser tomados. Eles devem ser pensados para melhorar o posicionamento da companhia e o modo como ela formula os seus serviços. Dessa maneira, é possível criar um escopo do core business preciso e capaz de garantir um posicionamento de qualidade para a empresa.

Entre os passos a serem tomados, podemos apontar:

  • saber qual o perfil do público-alvo da empresa;
  • identificar quais são as habilidades estratégicas da empresa;
  • avaliar que produtos e serviços trazem mais lucro para o negócio;
  • saber quais os canais de vendas mais utilizados;
  • mensurar o escopo das ações da empresa.

Como posicionar o negócio a partir do seu core business?

Uma vez que o core business tenha sido definido, o negócio deve começar a trabalhar para torná-lo capaz de atrair novas receitas. Afinal, os times terão um dado de grande relevância para gerar competitividade e lucro a médio e longo prazo. Por isso, esse ponto deve ser de conhecimento de todos os times.

Em conjunto, a empresa deve trabalhar para identificar, a partir do core business, o que pode ser feito para se destacar frente à concorrência. Investimentos em novas tecnologias, o uso da análise de dados para prever tendências, a reformulação de serviços e a adoção de novos serviços são algumas escolhas que podem ser tomadas nesse sentido. Assim, a companhia terá uma orientação mais abrangente sobre as suas estratégias.

Outro ponto importante é avaliar o que ele já faz que pode ser remodelado para gerar valor para o core business. Desse modo, a marca será reforçada no seu setor e as possibilidades de crescimento aumentarão. Isso pode ser feito, por exemplo, com a busca por um fluxo de atendimento mais inteligente e adequado ao perfil do consumidor do negócio.

Por que o outsourcing auxilia o negócio a focar no seu core business?

A busca pela terceirização é uma tendência em todas as áreas da economia. Buscando reduzir custos, negócios investem no apoio de empresas especializadas em rotinas como a gestão da tecnologia e o gerenciamento de facilities. Desse modo, um time é estruturado para prestar apoio nessas áreas com alto foco em resultados.

Ao adotar a terceirização, portanto, a empresa tem o suporte de um time de especialistas para gerenciar todas as suas atividades secundárias, o que gera um melhor aproveitamento dos recursos e, com isso, redução de gastos. Além disso, permite que a empresa sempre tenha rotinas modernas e ferramentas eficientes para dar suporte aos seus processos críticos.

Como consequência, a empresa como um todo pode focar em seu core business de maneira ampla. Os profissionais podem avaliar a melhor maneira de prestar serviços aos clientes com a segurança de que tudo vai funcionar da melhor maneira possível. Assim, os resultados e a habilidade de a empresa manter-se lucrativa continuarão até mesmo em momentos de crise.

No cenário atual, a competitividade entre negócios está elevada. A recuperação da economia aqueceu o mercado e colocou novos players. Portanto, gestores devem ter atenção dobrada para garantir que a empresa possa se manter à frente da concorrência.

Ter uma boa visão sobre o core business do negócio é um ótimo ponto de partida. Saber o que diferencia a empresa da concorrência e as suas principais atividades facilita o planejamento a médio e longo prazo. Além disso, evita riscos e erros, permitindo que o gestor faça sempre boas escolhas.

Portanto, faça um estudo criterioso do core business do seu negócio. Identifique o que deve ser feito para reforçá-lo e se mudanças ocorrem conforme as novas tendências do mercado. Assim, a sua empresa pode ser competitiva sempre.

Agora que você já sabe o que é core business, compartilhe este post nas suas redes sociais para que mais pessoas entendam do assunto!

Compartilhe esse post!