6 boas práticas para o controle de estoque de produtos agrícolas

6 boas práticas para o controle de estoque de produtos agrícolas

O controle de estoque de produtos agrícolas é uma das partes mais importantes dos processos de gestão de quem trabalha na área. A rotina de gerenciamento dos insumos e produtos de uma empresa do setor influencia o seu fluxo de trabalho, pode causar prejuízos e, da mesma forma, auxiliar o negócio a ter melhores resultados.

Portanto, quem atua com o gerenciamento dos produtos que são armazenados deve sempre estar atento para oportunidades de otimizar o modo como é estocado cada item de uso diário e que será vendido. Assim, é possível evitar prejuízos e erros que comprometam a lucratividade da empresa.

Quer saber mais sobre o tema e como isso é feito? Então, veja as dicas do nosso post!

Por que é importante ter um bom controle de estoque de produtos agrícolas?

O controle de estoque de produtos agrícolas é uma parte da rotina administrativa de uma empresa que pode ser dividida em duas. Uma é responsável pelo gerenciamento dos insumos de uso interno. Outra trabalha com o controle dos produtos que serão vendidos aos clientes.

Ambas devem estar em sintonia e com foco na redução de erros. Se bem executada, a gestão será capaz de otimizar o planejamento de diferentes setores para evitar prejuízos e desperdícios.

A área de compras, por exemplo, conseguirá otimizar os seus processos e garantir sempre os melhores preços. Já os times de produção poderão evitar que faltem produtos para os principais clientes ou que um item com baixa saída seja produzido em demasia.

Juntos, esses fatores permitirão que a empresa gaste mais com a compra de insumos e, ao mesmo tempo, tenha uma produção mais alinhada com as demandas do mercado. Dessa forma, é possível maximizar lucros e garantir que existam receitas para novos investimentos.

Como realizar um bom controle de estoque de produtos agrícolas?

Para organizar o processo de controle de estoque de produtos agrícolas, alguns detalhes precisam ser verificados. Eles auxiliam os gestores a terem uma visão completa sobre cada detalhe interno e serem mais eficientes na limitação de riscos. Confira os principais a seguir:

1. Organizar o estoque de forma lógica

A organização do estoque deve sempre ser estruturada por categorias de produto e a frequência de seu uso ou venda. Se essa prática ocorrer, os profissionais terão mais agilidade no dia a dia, ampliarão o controle sobre as rotinas e poderão mitigar falhas.

Portanto, sempre defina uma estratégia eficiente para organizar os produtos. O ideal é que seja por categorias e frequência de saída. Além disso, garanta que todos os profissionais conheçam o método de organização para evitar falhas no trabalho.

2. Manter o local limpo

A limpeza evita pragas, dá mais organização para o local e torna o estoque mais seguro. Portanto, sempre realize limpezas regulares e tenha meios de descarte de lixo seguros e de fácil acesso. Se possível, tenha um programa de reciclagem para melhorar o impacto ambiental que o negócio tem no planeta.

3. Cadastrar os produtos

A empresa deve ter um cadastro de todos os produtos agrícolas que estão em seu estoque. Essa rotina facilita o controle de mercadorias, a sua catalogação e o planejamento de compras.

Portanto, defina um sistema de cadastro que, preferencialmente, seja utilizado pelo mercado. Ele deve ser de fácil entendimento e conhecido por todos os profissionais, evitando falhas na execução das rotinas.

4. Ficar atento a datas de validade

Como apontamos, um dos objetivos do controle de estoque de produtos agrícolas é evitar desperdícios e o mau uso de recursos. Portanto, sempre fique atento a datas de validade.

Saber quando um item vencerá é fundamental para que o seu uso seja otimizado. Além disso, será possível reduzir a compra e a produção de mercadorias pouco utilizadas pelo negócio e, assim, diminuir ao máximo o descarte de itens vencidos.

5. Cumprir regras de armazenamento

Muitos insumos, como agrotóxicos, têm regras de armazenamento próprias. Elas devem ser seguidas para não gerar riscos profissionais para o negócio e para outros produtos que estejam armazenados pela empresa.

Diante disso, não deixe de orientar a sua equipe a seguir as normas de segurança para o armazenamento de cada mercadoria. Faça investimentos, se necessário, garantindo que as equipes consigam ter os meios para seguir as normas. Assim, o negócio manterá um ambiente seguro e confiável.

6. Planejar novas compras antecipadamente

O correto controle de estoque dos produtos agrícolas também auxilia a empresa a ter mais meios para otimizar o custo de aquisição de novos insumos. Conforme a companhia tem dados mais precisos sobre a entrada e a saída de insumos, é possível planejar a compra de novos itens com antecedência. Isso auxilia na busca de melhores oportunidades e, assim, o time terá sempre alto custo-benefício em suas aquisições.

Como um sistema de gestão pode ajudar a otimizar o controle de estoque de produtos agrícolas?

A tecnologia tem ajudado vários setores a serem mais eficazes. Na agricultura, os impactos estão mudando a imagem de um setor que, para muitos, está tecnologicamente atrasado em relação a áreas como a indústria e o comércio.

Veículos autônomos permitem a coleta de alimentos mais ágil, precisa e econômica. Ao mesmo tempo, a internet das coisas auxilia o produtor a ter mais eficiência na distribuição e no uso de insumos no solo. Juntas, essas tecnologias reduzem os custos e melhoram a sustentabilidade de qualquer produção agrícola.

Quando falamos da organização do estoque, a TI também pode ser utilizada. Os sistemas de gestão integrada auxiliam o produtor a evitar a perda do controle de cada mercadoria armazenada, tanto para uso interno como para venda.

Em um ambiente centralizado, será possível rastrear o estado de cada item, sua data de validade e frequência de uso e venda. Tudo isso facilita a manutenção do controle de estoque, evitando prejuízos e aumentando a lucratividade da empresa.

No Brasil, essa é uma das áreas da economia com as maiores receitas. Esse impacto no PIB só é possível graças a um trabalho contínuo dos produtores para garantir que todas as etapas da cadeia produtiva sejam mais eficientes e livres de falhas.

Nesse sentido, o controle de estoque de produtos agrícolas é um dos pontos-chave para evitar o desperdício de verbas e otimizar o fluxo operacional. Quando executado da forma correta, ele permite que a empresa tenha mais capacidade de aproveitar o modo como os recursos são utilizados, otimizar o seu planejamento de médio e longo prazo, e sempre buscar os melhores preços. Portanto, sempre invista em boas práticas para a área e garanta que nenhum erro ocorra no gerenciamento de insumos e mercadorias.

Gostou das nossas dicas? Então, saiba como o inventário de estoque também auxilia a empresa a ter melhores resultados!

Compartilhe esse post!