Inventário de estoque: como automatizar o cadastro de produtos

preenchimento do inventario de estoque com tecnologia

Inventário de estoque: como automatizar o cadastro de produtos

A gestão logística tem um impacto significativo nas finanças da empresa, e agilizar esses processos pode ser um grande diferencial competitivo. Apesar disso, algumas atividades, como atualizar o inventário de estoque com a frequência necessária, pode ser um desafio. A boa notícia é que a tecnologia está à disposição para ajudar.

Cientes disso, abordaremos como a transformação digital permite otimizar o cadastro de produtos, beneficiando toda a cadeia de suprimentos da empresa. Para começar, mostraremos a importância disso e como fazer o inventário em 3 passos. Depois, daremos algumas dicas para você automatizar o controle de estoque como um todo.

Confira!

O que é e qual a importância do inventário de estoque nas empresas?

O inventário de estoque nada mais é do que uma ferramenta de logística básica. Nele a empresa registra cada um dos itens armazenados, além de outros dados relacionados: valor, quantidade, peso, volume etc.

Contudo, a depender da atividade desempenhada pela empresa, o tipo de inventário pode variar. Na indústria, por exemplo, o estoque deve considerar a matéria-prima, os insumos, peças, ferramentas e outros itens necessários para a fabricação. O varejista, por outro lado, foca na entrada e saída de produtos, já que sua atividade principal é a comercialização.

Tipos de estoque

Também é importante considerar que o estoque pode ser:

  • anual — modelo mais comum adotado pelas empresas;
  • rotativo ou cíclico — modelo que divide os produtos em grupos para checagem e reposição distribuída ao longo dos dias, semanas, meses etc.;
  • periódico — modelo sazonal, ou seja, cujos itens variam de acordo com a época do ano.

Dois exemplos bem práticos de inventário periódico são: o utilizado por lojas de roupas, que mudam o estoque de acordo com a coleção; e o de hortifruti, onde a variedade de alimentos também depende da época do ano.

Os benefícios do inventário

Em todos os casos, o inventário é uma ferramenta de gestão fundamental, pois se resume ao controle básico que o gestor tem sobre suas mercadorias. Quando feito com eficiência, ele permite reduzir custos com estoque, já que os itens são comprados na quantidade e no momento certo.

Isso também ajuda a garantir o atendimento da demanda do consumidor. Afinal, quem encontra uma gôndola vazia e o estoque sem capacidade de reposição tende a procurar direto a concorrência.

Somado a isso, vale destacar que a prática ajuda a otimizar o capital de giro. Nem todo empresário se dá conta disso, mas um volume muito alto de estoque pode ser tão prejudicial quanto uma ruptura, pois cada produto parado reduz a capacidade de investimento na empresa.

Como fazer um inventário de estoque em 3 passos?

A elaboração de um bom inventário exige planejamento. Por isso, o primeiro passo é levantar dados, para depois realizar uma análise detalhada dessas informações e, finalmente, tomar algumas decisões práticas.

Veja como isso pode ser feito.

1. Classifique os produtos

Liste todos os materiais e produtos que sua empresa tem em estoque para, a partir disso, definir as categorias de classificação. Agrupá-los em conjunto pode tornar o inventário ainda melhor. Um varejista, por exemplo, pode classificar um grupo de itens com características semelhantes dentro de uma seção específica.

2. Identifique a rotatividade do estoque

Com base na lista de produtos levantados, é hora de fazer a análise. Isso exige detalhar melhor a jornada de cada item dentro da empresa.

No mesmo exemplo do varejo, seria preciso listar com que frequência cada produto precisa ser comprado e estocado. Isso ajudará não só a agilizar os pedidos, mas a definir um horário específico para a equipe trabalhar focada na reposição.

3. Defina a periodicidade do inventário

Por fim, com a análise feita, é hora de tomar uma decisão mais estratégica: definir com que frequência o estoque será recontado e o inventário atualizado. E quanto mais itens estão armazenados, mais essencial é essa etapa. Afinal, ela ajuda a entender o ritmo de vendas e até mesmo a evitar o vencimento ou extravio de produtos.

Como automatizar a atualização do inventário de estoque?

Empresas que lidam com grandes volumes de produtos e vendas precisam ter ainda mais cuidado nessa gestão. Além do risco de perda por extravio interno, o próprio desperdício e a falta de precisão nas quantidades podem comprometer o lucro daquele período.

De fato, estabelecer um controle automatizado tem se tornado algo cada vez mais importante nas organizações. Mas para tanto, você precisa se familiarizar às tecnologias adequadas.

Etiquetas RFID

A Identificação por Radiofrequência (RFID) é uma tecnologia que permite armazenar dados de identificação de um produto e transmiti-los em tempo real. Basta imprimi-la e os itens poderão ser rastreados individualmente, mesmo dentro de um grande lote.

Na prática, integrada a um sistema de gestão, ela promove a automação de todo o inventário de estoque. Na entrada dos produtos, é possível registrá-los automaticamente por meio da etiqueta. Já na saída, a baixa é dada e o próprio software atualiza o nível de estoque.

A gestão pode se tornar ainda melhor com uma plataforma inteligente integrando esses processos, como mostraremos a seguir.

Quais os diferenciais das soluções de rastreabilidade logística da TR Service?

A TR Service oferece soluções de alta performance para ajudar as empresas a estruturar sua logística. Um dos destaques, nesse sentido, são suas soluções de rastreabilidade, que visam imprimir rapidamente etiquetas inteligentes, ao mesmo tempo que integram os dados no sistema de gestão da sua empresa.

Outras soluções da TR Service complementam essa infraestrutura para aumentar a eficiência no controle de estoque. Dessa forma, bem como rastrear individualmente os produtos, a empresa oferece a tecnologia ideal para coletar dados e embasar as decisões dos gestores na rotina da empresa.

De modo geral, podemos concluir que a tecnologia ajuda a integrar toda a cadeia de suprimentos, do inventário de estoque à entrega dos produtos. Então, coloque o que há de melhor em metodologia e soluções digitais para trabalhar a seu favor. Em pouco tempo, os resultados serão perceptíveis!

Se gostou do post, aproveite para conhecer melhor as soluções da TR Service e melhore a logística da sua empresa!

Compartilhe esse post!