Controle de pacientes nos hospitais: Como a tecnologia otimiza esses processos?

controle de paciente nos hospitais

Controle de pacientes nos hospitais: Como a tecnologia otimiza esses processos?

Possuir um controle de pacientes é importante em qualquer hospital. Seja por conta da segurança ou da saúde de funcionários e pacientes, o monitoramento é imprescindível. Entretanto, apesar de serem diversas as formas de realizar essa fiscalização, nem todas as instituições médicas atendem aos requisitos necessários.

Felizmente, no mercado existem sistemas inteligentes a fim de auxiliar tarefas de cadastro, agendamento, entre outras. Dessa forma, é preciso entender algumas das alternativas, tanto para consultórios médicos quanto para grandes hospitais. Afinal, com a tecnologia, todo esse trâmite pode ser feito de maneira ágil e remota.

Ficou interessado? Então confira abaixo a importância de ter um controle de pacientes, como fazê-lo e os tipos disponíveis no mercado. Muito mais do que apenas sua agenda de consultas, toda a logística será melhorada.

A importância do controle de pacientes nos hospitais

A crise sanitária de 2020 aumentou a taxa de ocupação dos hospitais consideravelmente. No mês de novembro, por exemplo, um hospital em São Paulo apresentou uma média mensal de 130 internações.

 

Isso significa que, em pouco tempo, é possível que o volume de pessoas dentro de um hospital cresça rapidamente. Com isso, fica clara a necessidade de contar com um controle de pacientes eficaz e que suporte fluxos variáveis.

Afinal, qualquer confusão nesse momento pode causar grandes problemas, tanto para as pessoas quanto para a instituição.

Como realizar a implantação do controle de pacientes em hospitais

Ciente de sua importância, diversos são os hospitais que buscam por sistemas de controle de pacientes. Muito mais do que a agilidade, eles estão focados em garantir a segurança de todos os presentes no local, bem como uma melhor eficácia no atendimento às pessoas.

O que eles têm percebido, porém, é que são muitas as maneiras de realizar essa implantação. E de fato, são inúmeras as formas de garantir esse controle, sendo algumas mais tecnológicas e outras nem tanto.

Com certeza, se você já foi a um hospital, teve que passar por ao menos um desses sistemas. Da etiqueta na camisa às pulseiras que identificam o visitante, algum processo de identificação foi utilizado.

Acontece que, com um fluxo maior de pessoas no ambiente, se faz necessário investir em opções mais automatizadas. Além de mais tecnológicas, elas possibilitam que seja possível controlar não somente a entrada, mas também o tempo de estadia, a quantidade de visitantes e tantos outros fatores.

Tipos de controle de pacientes para hospitais

Como já explicado acima, existem diversas maneiras de realizar o controle de pacientes em um hospital. Alguns deles são mais antigos e, consequentemente, manuais. Os demais, por outro lado, já apresentam maior grau de tecnologia e automatização.

Assim, cabe a você analisar as alternativas e verificar qual traz o melhor custo-benefício para sua situação.

1 – Crachás

Iniciamos essa lista com a forma mais convencional de fazer o controle dos pacientes e visitantes. Os crachás são bastante utilizados por diversas instituições, e acabam por ser a maneira mais simples de realizar essa fiscalização. Ainda assim, possuem diversos problemas.

Além de não serem nada automatizados, podem ser facilmente fraudados e não garantem a segurança do ambiente. Por fim, é comum ver situações de serem perdidos e acabarem gerando mais problemas.

2 – Catracas

As catracas apareceram como uma solução aos crachás, ou ainda um complemento a eles. Geralmente, se faz necessário um cadastro para passar por elas, além de um cartão.

Ainda que a ideia seja boa e tecnicamente prática, sua execução acaba por se mostrar falha. Em muitos casos, o cartão não passa, e o que mais se vê é a presença de um funcionário apenas para auxiliar as pessoas a passar por esse sistema.

3 – Biometria

Adicionando um pouco de tecnologia ao controle de pacientes, a biometria tem surgido como uma ótima opção. Além de garantir a confiabilidade do processo, é uma solução muito mais prática, sendo apenas necessário fazer o cadastro na primeira vez. Nas demais, a entrada e o controle ficam muito mais simples.

Em momentos de pandemia, entretanto, ela pode ser um problema. Com a necessidade de evitar o contato em locais públicos, essa acaba não sendo a alternativa mais segura quanto à saúde dos que a utilizam.

4 – RFID

Uma das mais eficazes soluções para o controle de pacientes — e que tem ganhado a preferência dos hospitais — é o RFID. A sigla vem do inglês, e significa Identificação por Radiofrequência. Por meio dela, é possível localizar pacientes, itens ou equipamentos em tempo real.

A tecnologia utiliza de sinais de rádio para realizar seu trabalho, e apresenta um grande passo rumo à automatização. Além disso, pode ser utilizada em diversos outros momentos da rotina de um hospital. O transporte de bolsas de sangue e exames, por exemplo, é um ponto que se beneficia muito da opção.

Como o RFID atua no controle de pacientes?

Focando nesse último item da lista, é preciso destacar as vantagens que a tecnologia pode trazer a um hospital. Como dito, ela pode ser utilizada em inúmeros pontos de um centro médico, mas se sobressai no controle de pacientes. Para um melhor entendimento sobre essa alternativa, porém, se faz necessário visualizar seu funcionamento.

Com esse fim, imagine-a como uma etiqueta, composta por um código de barras e um chip de radiofrequência. Juntos, os dois itens auxiliam na localização e no controle de qualquer paciente nas dependências do hospital. Dessa forma, é possível saber onde se encontram as pessoas a fim de proporcioná-las um melhor atendimento.

Também vale ressaltar que essa é uma tecnologia que auxilia na economia de recursos dentro da organização, bem como facilita a rotina do local e torna os processos menos burocráticos.

Conheça as soluções da TR Service para saúde

Quando falamos sobre o ambiente de saúde, é preciso sempre contar com parceiros altamente habilitados. Afinal, esse é um local que deve ter foco total no bem estar e na segurança de todos que ali se encontram.

Para isso, a TR Service se apresenta como um excelente parceiro para hospitais de todos os tamanhos. A empresa oferece diversas soluções para saúde, todas visando facilitar a rotina e diminuição dos custos da instituição.

Se você se interessou, entre em contato conosco e saiba com a TR pode contribuir com soluções inteligentes para a área da saúde!

Compartilhe esse post!